logotipo colégio único

Área restrita

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica tem inscrições abertas

O objetivo da olimpíada é despertar nos jovens o interesse pelas disciplinas de ciências espaciais

Estão abertas até 16 de março as inscrições para a 17ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). No ano passado, o evento reuniu cerca de 775 mil estudantes brasileiros. Podem participar estudantes de escolas públicas ou privadas, e a prova será aplicada em 16 de maio nas escolas dos participantes.

De acordo com a organização da olimpíada, os professores participantes em cada escola são os responsáveis por cadastrar a escola no sistema e, então, inscrever seus alunos. O processo de inscrição é feito pelo site da OBA.

Para ver todas as escolas cadastradas, há uma página para consulta individual. Os alunos interessados em participar da olimpíada, mas que estudam em institutições não cadastradas, podem buscar outras escolas de sua região e pedir para serem inscritos no grupo dessa escola.

O objetivo da olimpíada é despertar nos jovens o interesse pelas disciplinas de ciências espaciais. Em 2013, 63 mil professores de 9 mil escolas brasileiras se envolveram no evento.

Para isso, a OBA será aplicada em quatro níveis, de acordo com o ano que os estudantes estão cursando: três para alunos do ensino fundamental e um para os estudantes do ensino médio. A prova terá dez perguntas, que seguem o currículo indicado para cada nível e são, em sua maioria, de raciocínio lógico. Sete questões são de astronomia e três de astronáutica.

Premiação
Ao todo, a OBA distribui 33 mil medalhas, o que representa cerca de 4% dos participantes. Os estudantes que tiverem as maiores notas no exame poderão representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica que acontecerão em 2015. Além disso, entre os prêmios da OBA estão vagas em jornadas e acampamentos espaciais.